O radical livre

Just another WordPress.com site

Sobre este blog

leave a comment »

Ser radical, na tradição marxista, é tomar as coisas pela raiz. Na química, radical livre é uma molécula ou átomo que possui elétrons de valência desemparelhados e, portanto, é altamente reativo. O radical livre desestabiliza, abre, rompe. “Livre” aqui remete tanto às experiências das lutas autônomas dos trabalhadores, sem vanguarda e sem partido, quanto à crítica teórica praticada por marxistas heterodoxos como Theodor Adorno, Herbert Marcuse, Guy Debord, Robert Kurz e outros, bem como pelo próprio Marx após a Comuna de Paris, que para ele era “a forma finalmente descoberta sob a qual a liberação econômica da classe trabalhadora deveria realizar-se”. Neste blog serão publicadas as minhas notas críticas sobre o capitalismo fim de linha do Rio Grande do Sul, do Brasil e do mundo, buscando sempre a perspectiva radical e libertária que desestabiliza o tecido da dominação capitalista.

Written by sinaldemenos

junho 30, 2011 às 1:32 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: